quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Rotina EASY - 4 a 6 meses: "4x4" e o Início da Paternidade Acidental

Entre os posts mais visualizados no blog estão os da Rotina EASY (Todo bebê deve ter uma rotina sim!, Uma Rotina para o bebê e Rotina EASY - 6 semanas a 4 meses).
Assim como eu tive problemas para colocar o Francisco numa rotina estruturada, acredito que essa seja a maior reclamação das mamães por aí. Estou em falta com os posts de continuação e por isso resolvi retomar a série e continuar com as dicas que a Encantadora de Bebês, Tracy Hogg, nos dá em seu livro. Para um melhor aproveitamento desse post, sugiro que você leia primeiro os anteriores, assim entenderá um pouco o que é a Rotina EASY, como ela está estruturada e o passo a passo a seguir. Tudo o que está descrito nesse post você encontra no livro "A Encantadora de Bebês Resolve Todos os Seus Problemas" de Tracy Hogg e Melinda Blau, a minha iniciativa é compartilhar algo que deu certo comigo e por isso repasso.

Então vamos lá? 

4 a 6 meses - "4x4" e o Início da Paternidade Acidental

A consciência do bebê é mais forte, agora que ele interage mais com o que está acontecendo à sua volta. Nesta fase, o bebê pode levantar a cabeça facilmente e começa a pegar as coisas. Consegue sentar-se ereto com um pouco de ajuda e, por isso, a sua perspectiva também está mudando. Ele é mais consciente dos padrões e da rotina. Já percebe de onde vêm os sons, e sabe descobrir causa e efeito; por isso, prefere brinquedos que se movem e reagem ao toque. A memória também é melhor nessa fase.

Devido a esses passos do desenvolvimento, a rotina diária do bebê também precisa mudar - vale aqui a nova regra "4x4" que significa E.A.S.Y de 4 meses/4 horas. Os bebês, em sua maioria, estão prontos nessa fase para trocar a rotina de 3 horas pela de 4 horas. O bebê consegue brincar por períodos cada vez mais longos durante o dia e dorme mais à noite. Antes acordava pela manhã e queria mamar, mas agora acorda por hábito (o próprio relógio interno) e não necessariamente devido à fome. Se deixados sozinhos eles acordam, falam sozinhos e brincam um pouco e  voltam a dormir - desde que nós, pais desesperados, não entremos correndo no quarto para acudi-los - geralmente é assim que começa a paternidade acidental.

O bebê nessa fase também se alimenta com mais eficiência e a mamada agora é mais curta. Com a troca de fraldas, o "E" (alimentação ou eat) consome ao todo uns 45 minutos. Porém o "A" (atividade) é diferente nessa fase: ele fica acordado mais tempo.

A tabela abaixo mostra como o E.A.S.Y. muda quando o bebê chega aos 4 meses. Você pode cortar uma das mamadas, porque ele mama mais a cada vez; e transformar três sonecas em apenas duas (mantendo a soneca rápida da tarde em ambos os casos), estendendo assim o tempo que ele passa acordado. A tabela representa o ideal, mas nem sempre o bebê seguirá certinho os horários. A rotina pode ser afetada pelo peso e pelas diferenças de temperamento, pois alguns bebês costumam dormir melhor e outros demoram menos pra mamar.  O importante é manter o padrão alimentação/atividade/sono, só que agora em intervalos de 4 horas.

E.A.S.Y de 3 horas
E.A.S.Y de 4 horas


E: 7h – Acordar e Mamar
E: 7h – Acordar e Mamar
A: 7:30 ou 7:45 – Atividade (dependendo da duração da mamada)
A: 7:30 - Atividade
S: 8:30 – soneca de 1h30
S: 9h – soneca de 1h30 a 2h
Y: Tempo para você – faça o que quiser
Y: Tempo para você – faça o que quiser
E: 10h -
E: 11h
A: 10:30 ou 10:45
A: 11:30
S: 11:30 – soneca de 1h30
S: 13h – soneca de 1h30 a 2horas
Y: Tempo para você – faça o que quiser
Y: Tempo para você – faça o que quiser
E: 13h
E: 15h
A: 13:30 ou 13:45
A: 15h30
S: 14:30 – soneca de 1h30
S: 17h às 18h – soneca rápida
Y: Tempo para você – faça o que quiser
Y: Tempo para você – faça o que quiser
E: 16h - Mamar
E: 19h – refeição robusta às 19h e às 21h, apenas se estiver passando por um impulso de crescimento
S: 17h às 18h – soneca rápida (aprox. 40 min) para preparar o bebê para a próxima mamada e o banho
A: Banho
E: 19h – refeição robusta às 19h e às 21h se estiver passando por um impulso do crescimento
S: 19h30 – hora de dormir
A: Banho
Y: Tempo para você – faça o que quiser
S: 19:30 – hora de dormir
E: 23h – Refeição dos sonhos (até 7 ou 8 meses ou quando os alimentos sólidos estiverem firmemente estabelecidos).
Y: Tempo para você – faça o que quiser

E: 22h ou 23h – refeição dos sonhos



  

Os pais enfrentam diversos problemas, e não conseguem pensar claramente durante o caos. O motivo é que eles não são capazes de adaptar o E.A.S.Y. ao avanço no desenvolvimento do filho. Eles não percebem que precisam alimentá-lo a cada 4 horas (e não mais 3, como antes), que o bebê passa mais tempo acordado, ou que as sonecas são tão importantes quanto o sono noturno. É importante, nesse caso, que os pais observem o desenvolvimento do seu filho e adaptem a rotina à nova estrutura do bebê. Dificilmente terão problemas se observarem e estiverem atentos a essas mudanças de desenvolvimento.

PATERNIDADE ACIDENTAL: o que é e como eliminá-la?

A Paternidade Acidental é uma solução mais conveniente - um reparo rápido - para um problema de sono. Acontece quando você não tem paciência de implementar uma solução a longo prazo.

Os bebês não vêm com manual. Isso é um fato! E, em função disto, muitas vezes nos desesperados a procura de uma solução que resolva o problema do choro constante, do despertar noturno e do sono. Nessa busca por uma solução muitas vezes recorremos a artifícios que resolvem imediatamente o problema, mas criam um péssimo hábito no bebê. Você toma uma atitude ou inicia uma prática por puro desespero sem pensar muito, porque não tem a capacidade ou o conhecimento de fazer de outra forma. Cria-se um padrão!

Dependência de Acessórios.
O acessório é um objeto ou ação que está fora do controle do bebê e é usado pelos pais para fazê-lo dormir. Responda sinceramente a essas perguntas: Você segura o bebê no colo, fica andando com ele ou nina e balança o bebê para que ele durma? Oferece o seio ou a mamadeira para acalmá-lo? Deixa-o dormir no peito, no balanço ou leva-o para passear no carro até que adormeça? Leva-o para sua cama quando ele está chateado e não consegue dormir?
Se respondeu SIM a qualquer uma desses perguntas você já está usando um acessório e garanto que o feitiço vai virar contra o feiticeiro mais cedo ou mais tarde.

A dependência dos acessórios começa como uma medida desesperada. A criança está super cansada e chorando às 3 da manhã, então o papai anda com ela pela casa. Como num passe de mágica, ela silencia e logo adormece. Mas esse padrão se repete todas as noites e logo o papai não vai mais aguentar fazer o mesmo ritual. Só que o bebê não sabe o que está acontecendo e como todas as noites ele anda com o papai e dorme, logo o bebê pensa: "Ah, é assim que eu faço para dormir!". E todas as noites ele vai querer dormir da maneira que foi ensinado.

Antes que seja tarde demais, repense as práticas que adotou e mude. Os maus hábitos desaparecem rapidamente nos primeiros meses.

Se o bebê acordar e chorar durante a noite, resista ao impulso de entrar correndo no quarto para confortá-lo. Todos os bebês fazem ruídos quando saem do sono profundo, mas não quer dizer que ele acordou. Conheça os sons do seu bebê. Muitas vezes ele conversa, se mexe e logo em seguida volta a dormir sozinho. Desde que você não entre correndo no quarto para despertá-lo.

Se ele tem um padrão e acorda todos as noites no mesmo horário, experimente entrar no quarto dele uma hora antes e acordá-lo. É isso mesmo que você leu! Acorde o bebê antes do padrão dele, balance-o suavemente, esfregue sua barriguinha e coloque a chupeta na sua boca - isso o colocará em um estado semiconsciente. Então, saia. Ele voltará a dormir sozinho e você tem agora o controle da situação. Se você acordá-lo 1 hora antes, eliminará o padrão.

Conheça seu bebê e elimine a paternidade acidental para ter o controle da situação.

No próximo post sobre a Rotina EASY vamos ver como colocar os bebês com mais de 6 meses numa rotina estruturada. Aguarde!

bjinhos
Ale

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails