sábado, 3 de dezembro de 2011

Quando dá vontade de sair correndo gritando...


Olá pessoas!

Estou sumida né? Mil desculpas mas é que a vida não tá fácil.
Vocês sabem bem como é criar uma criança de 3 anos e meio né?
Então agora pensem em criar, educar, fazer comida, lavar roupa e guardar, limpar a casa, levar pra escola, dar banho, escovar os dentes, guardar brinquedos e ainda arranjar um tempinho pra trabalhar no meio disso tudo.

Imaginou? Pois essa tem sido a minha vida há 6 meses desde que me separei. Cuido do Francisco sozinha desde então e quero muito voltar a escrever sempre no blog mas quando consigo tomar meu banho e parar uns 5 minutos pra cuidar da minha vida, só quero saber de dormir porque a coisa toda recomeça no dia seguinte exatamente às 6 da matina.

Momento "coitada de mim" à parte, estou morrendo de saudades do blog e de todas vocês!

Francisco tá crescendo, já é praticamente um "homem" como ele mesmo diz. E como tal já tem suas manias e gostosuras próprias dessa nova fase. É uma criança muito especial, amigo, cuidadoso, carinhoso, mas também birrento e cheio de vontades. Quando quer uma coisa é difícil tirar da sua cabeça, ele vai testando até você chegar no limite da paciência. Essas coisas todas do dia-a-dia são deliciosas, mas também cansam. Todos os dias repetindo as mesmas frases, parecemos um pouco como discos riscados.

Algumas frases bem recorrentes por aqui:

- Não mexe aí.
- Não filho, não desenhe nos meus livros, a mãe te dá um papel. (Três dos meus livros preferidos estão agora autografados pelo Francisco!)
- Guarde os seus brinquedos, é a 5ª vez que eu te peço filho!
- Vem escovar os dentes, AGORA!
- Massinha em cima da cama nãããããoooo!
- Não aguento mais a música da Galinha Pintadinha, vamos trocar o dvd?
- Quer fazer pipi? - e a a variação: quer fazer cocô?
- Coloca o chinelo no pé, AGORA!
- Depois eu faço não, vai fazer agora! - e tem a variação: Amanhã eu faço não, to mandando fazer agora!
- Só vai ganhar besteirinha depois que comer tudo.
- Só mais uma colherada e você ganha a besteirinha!
- Quer que eu te ajude a comer?
- Agora chega de desenho que você tem que dormir.

Só mais uma colherada, manhê!
Bom, a lista é enorme e eu poderia ficar horas aqui tagarelando.
Ser mãe não é fácil e educar menos ainda.  Educar uma criança de 3 anos e meio totalmente sozinha é mais complicado ainda. A divisão na educação do filho é muito importante, necessária e deveria ser obrigação. Afinal é responsabilidade de pai e mãe educar seus filhos.

O fato é que eu estou extremamente cansada de não ter com quem dividir responsabilidade nenhuma. Esse post é um desabafo sim, desculpem-me amigas. Mas tem horas que tenho vontade de jogar a toalha e fugir correndo porta afora. Óbvio que não faço nem nunca farei. Faço ele dormir, coloco no berço e sento no chão da sala pra chorar. Sou humana, tenho necessidades, preciso de lazer também.
Mas ultimamente vivo pra ser mãe, 24 horas por dia, 5 dias por semana. E só.

Como mãe não sou perfeita como gostaria. Nem sempre a gente acerta, nem sempre a gente faz o que gostaria, do jeito que considera certo. Eu queria poder sentar e fazer coisas simples com meu filhote, como desenhar, ler um livro, montar um quebra-cabeças. Mas tem vezes que é preciso ligar o dvd e deixar que ele veja os desenhos enquanto termino o trabalho pra entregar pro cliente.

Cedo às trocas para ele comer pelo menos metade do prato de comida, não me julguem mais do que eu já me julgo. Gostaria de poder fazer diferente, mas com uma criança que não come às vezes é necessário propor alguma troca. Mãe de criança que come direito não sabe muito bem o que é isso, mas as mães de crianças que tem preguiça de comer, como o meu filhote, sabem bem do que estou falando. Todo dia a mesma ladainha diante do prato de comida: só mais uma garfada, filho. Sabia que o Shrek adora cenoura? (essa não cola muito, ele não come cenoura nem por decreto, já desisti).

Claro que eu sei que estou errando em muitos aspectos mas acho que tenho acertado na maioria das vezes. Francisco é uma criança educada (na maioria das vezes), todos que convivem com ele notam isso. Ele sabe se comportar, é amigo, carinhoso, preocupado em ajudar. É uma criança apaixonante. Claro que isso é mérito dele, mas acho que tenho uma certa participação também, né?

Além de lindo, vocês tem que concordar!

Faz tempo que eu estava com vontade de escrever sobre isso, dessa sobrecarga em cima de nós mães. As mães solteiras sabem bem do que estou falando, mas as casadas muitas vezes também não podem contar com os pais de seus filhos. Me pergunto porque os homens acham que educar é responsabilidade somente das mães, né?

Eu queria lembrá-las que além de mães, somos MULHERES. E como tal temos necessidades, precisamos também de um tempo. Vez ou outra largue tudo e faça algo por você. Eu mais do que ninguém sei como é difícil fazer isso. A gente acaba não se desligando do filhote e fica pensando se ele está bem. Mas eu vou te contar um segredo, não espalhe: ELE ESTARÁ!

Temos que aprender a dividir responsabilidades. Se ele está com o pai, desligue. Esqueça que é mãe por uma tarde, por exemplo. Vá ao cinema com suas amigas, ao shopping, ou até mesmo à manicure. Faça algum programa totalmente "mulherzinha". Nós merecemos e precisamos desse tempo.

Se você não cuidar um pouco de si não vai poder cuidar de mais ninguém e quem perde com isso é o seu filho se você ficar doente.

Por aqui é complicado, já que estou realmente sozinha. Não posso contar com ninguém (nunca pude, na verdade, mas agora cada vez menos) pra me ajudar com o Chico, mas quando dá tento me desligar totalmente.

Bom, esse post é só para lembrar que somos humanas, antes de sermos mães. Cuide de você do mesmo jeito que você cuida do filhote. Ele vai agradecer no futuro por você ter cuidado um pouco de si.

Precisava dividir com vocês um pouco desse cansaço, espero que me entendam e me desculpem pelo desabafo.

Tenho milhões de posts na cabeça, logo volto com as últimas do Francisco, que não são poucas, e com os posts sobre a Rotina Easy (eu sei que estou em falta com vocês sobre isso!) e algumas ideias para nós mamães de primeira viagem!


Bjinhos de uma mãe à beira de um ataque de nervos!
;o)
Ale


5 comentários:

Luíza Diener disse...

tenso, muito tenso.
entendo muito isso tudo. a gente é mãe, mas também é gente. ehehehhe!

força na peruca, beibe!

bjs

Maura disse...

Oi!

Vim lhe convidar para participar dos SORTEIOS DE NATAL DO MEU BLOG:

Adesivo de parede com tema natalino Dcolado (SÓ ATÉ AMANHÃ – 04/12):
http://coisasdamaura.blogspot.com/2011/11/sorteio-de-natal-ii-concorra-um-adesivo.html
Vale compra de R$ 100,00 na Boniticos (SÓ ATÉ AMANHÃ – 04/12): http://coisasdamaura.blogspot.com/2011/11/novo-sorteio-concorra-um-vale-compras.html
Livro de assinaturas personalizado Aromática:
http://coisasdamaura.blogspot.com/2011/11/sorteio-de-natal-iii-concorra-um-livro.html
Balanço avião vermelho xalingo:
http://coisasdamaura.blogspot.com/2011/12/sorteio-de-natal-iv-concorra-um-balanco.html

Boa Sorte!

Um abraço,
Maura, mamãe da Sophia
coisasdamaura.blogspot.com
coisasdamaura@terra.com.br

Laiz disse...

Te entendo sim Ale. Ser mãe é maravilhoso, mas as vezes extremamente cansativo. Fazer tudo sozinha não é mole não!!! Mas a gente vai se virando "nos trinta". Apareça sempre que puder, mas fique tranquila que todo mundo entende. Saudades dos seus ótimos posts! Bjocasss

Mãe de três disse...

Ai minha linda que barra,mais vc tá certa a gente é humana e precisa de um tempo, eu sou casada e meu marido ajuda, mais mesmo assim me sinto como vc pq tenho 3, quando um não fica doente , o outro fica, ou é em efeito dominó, vai um atrás do outro é de ficar doida, eu tenho meu blog para tentar ser mais humana e menos dona de casa e mãe perfeita, a gente tenta mais nunca é, mais força e desabafe sempre que quiser estamos ak pra te ouvir, uma bjk e boa semana

Anônimo disse...

Nossa amiga, estamos no mesmo barco, e ao ler o blog até gostaria que me desse uma saída. rss Sei não é fácil.
Confesso não saber o que fazer, quando simplesmente o pai resolve só pegar o filho para dar uma pequena volta, e nas verdadeiras responsabilidades some...

Related Posts with Thumbnails